Desde:

Desde: 03 de Janeiro de 2010!

terça-feira, 13 de abril de 2010

Finalista do Concurso de Postagens²

Nome: Mychelle Macedo
Idade: 17 anos
Site/ Blog: http://encontro-comigo-mesma.blogspot.com/
Tema da Postagem: Definição de garotas em geral
Postagem:
Basicamente garotas
e/ou mulheres?


"Garotas são um meio termo de tudo, sempre inconstantes, contraditórias, e não é que isso não nos deixem pouco charmosas, pelo contrário, mas ficar de olho na dosagem dos nossos componentes faz muito bem. Para algumas, nada melhor do que uma balada com agitos, para outras um shopping simplesmente cairia bem, para outra é hora de assumir desafios, ser radical. AH! Não consigo escrever sem me incluir nisso: Então... Somos todas um único tipo, dividindo-se em tipos diferentes. Sobre as nossas maiores verdades é que talvez sejamos sempre impulsivas demais, sejamos sinceras com quem não quer nos ouvir, somos soltas em locais inapropriados, nos pegamos na afirmação de que nunca mais vamos sonhar, e as palavras nunca mais só existem para ser aplicadas aos outros, não a nós mesmas. Mudamos com alguma ou muita facilidade, adoramos a sensação de página virada, e acabamos procurando uma forma de mostrar isso ao mundo. Sempre temos alguém para nos inspirar (nada melhor do que isso), gostamos de falar, de nos expressar, cada uma a seu modo, e seja lá qual for não vai agradar sempre a todos. E por falar em desagradar, tem umas que se preocupam muito com isso, assim como um dia já me preocupei. E não vale a pena, não é? Sem contar com aquelas que tomam rumos diferentes da vida por 'culpa' dos outros: Se acham feias, quando na verdade não existe mulher feia, existe mulher mal-cuidada; outras são pessimistas só porque um plano não saiu como deveria, sendo que ainda há vida e criatividade para dar frente a outros planos - sem esquecer de que não há nada pior do que pessimismo: Afasta bom humor, leia-se: companhias -. Então já escrevi tudo. Voltando ao ponto de partida, gostamos de usar metáforas, exageros e o pacote de dramas completos sem ter noção do quanto isso pode ser inútil. Terminamos por nos arrepender de muitas atitudes, isso porque não paramos para pensar como o passado repercutiu no seu 'eu atual'. Algumas garotas perdem horas criticando, quando deveriam se olhar no espelho e se auto-criticar também. Outras garotas convivem dia-a-dia com seus amores secretos, com seus sonhos impossíveis, com seus diários e relatos de uma vida. Gostamos de coisas tão simples em muitos momentos, coisas que deveriam ser cada dia mais notadas. Tão bom e tão ruim é ser uma garota. É ser sensível e estar pronta para ser madura, voar pensando no pouso, achar que tem que seguir certas modinhas (e algumas seguem), viver de algumas futilidades com o pensamento de que luxo é bom - não que não seja, mas investir no 'intelecto' vai te dar mais resultados, quer apostar? -, e às vezes se esquecer de que algumas coisas que tínhamos em nós quando crianças não devem jamais sair do próprio interior. Por mais tímidas que sejamos, acredito que a maioria termina por se irritar com meias palavras. Ou fala ou mostra. Por mais que sejamos práticas, ainda somos complexas. E isso diminui nossa praticidade? Talvez. Não acredito que tenhamos um manual de instruções, mas com total certeza somos plantas regadas por sinceridade. Por que sinceridade? Porque será ela que nos dará fé para acreditar em alguém, e até para tomar um passo decisivo. Sinceramente se não fossemos garotas, meras garotas e/ou mulheres, não saberíamos o que seriamos. E conseqüentemente alguns seres também não viveriam bem por muito tempo. E se dizem que nós formamos um descompasso, imagine o descompasso que seria sem nós? 'Na real', somos o descompasso favorito!"

Parabéns!
Adorei o texto!
Beijos A Todas As Corujinhas!

2 comentários:

  1. UAL. O.o Eu? Finalista? HAHAHA Que surpresa!!!

    ResponderExcluir
  2. Mandei um e-mail para você, Juliana!

    ResponderExcluir

Se você gostou, que tal deixar o seu comentário e me deixar com um sorriso no rosto?