Desde:

Desde: 03 de Janeiro de 2010!

sábado, 17 de abril de 2010

Finalista do Concuso de Postagens 5

Nome: Rebeca Cristiny Gondim

Idade: vinte e poucos anos hahaha (não precisa da idade neeee? ;D)

Blog: www.meublogdasaudade.blospost.com

Tema da postagem: Amor sem fim dentro de mim.

"Saber amar é saber deixar alguém te amar..."

"Ontem a noite pensei no que poderia postar para participar no concurso do Blog "Corujas Antenadas" uma surpresa de convite. Fiquei na dúvida sobre qual o melhor tema e veio tanta coisa... Eu poderia falar de inúmeros assuntos e ainda que já estivesse pré decidida, existe algo que ainda me confronta diariamente: o amor!

E por mais que eu já tenha falado eu não consigo esgotar o desejo de falar mais, de explorar palavras e sensações ainda não perceptíveis no meu Blog. Associar o amor as poesias, margaridas, músicas, contos, dores, toques, frases e beijos incansáveis. Nada ainda me sacia... E hoje vejo o quanto meu termômetro deseja o amor. Ele ainda pulsa aqui, talvez mais ou menos desacelerado que meu coração! Porque em dias de chuva ele balança como se quisesse estar numa rede acompanhada, em dias de sol o desejo é de andar de mãos dadas em qualquer parte deste mundo.

Mas diferente de todo esse encanto eu tenho sido muito racional e sinto em outro planeta, outro ser, não me sinto mais aquela que só proseia margaridas e pequenos príncipes, que consegue voar mesmo sem ter as asas de uma linda águia. E isso dá medo, porque o novo dá medo, porque recomeçar dá medo, porque viver é lutar diariamente.

E compreendo que ter medo é saudável, pelo menos quando ele não paralisa, e por mais que me sinta com os pés no chão eles não estão fincados, não mesmo rsrs. Quero ver eles sobrevoando baías sem fim, atravessando pontes, cruzando oceanos, eu quero chegar do outro lado e como parte de mim levando no bolso as sementes para carregar minhas margaridas doces, porque eu sempre acreditarei em jardins.

Talvez exista mais amadurecimento entre nós, a sensação de perca seja plural, a dor igual, uma ressaca feito de vinho tinto... Isso é o que dá brincar de amor. De cair e levantar, de sangrar e estancar, mas de nunca cessar... O amor que é sem fim dentro de nós, dentro de mim vagueia por ai como os pássaros que voam, mas precisam pousar. É necessário ter um ninho pra descansar e despertar para o nascer de um dia novo.

A todos, um beijo e a Júlia do Blog Corujas Antenadas muito obrigada pelo convite! Espero ainda ter tempo para a inscrição hahahaha... Vale arriscar!

;D"

Adorei o texto!

Parabéns!

Beijos A Todas As Corujinhas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você gostou, que tal deixar o seu comentário e me deixar com um sorriso no rosto?