Desde:

Desde: 03 de Janeiro de 2010!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

O acaso vai.. nos unir

Epitáfio by Titãs on Grooveshark
Era para ser apenas mais um dia da minha semana super cansativa, que ao contrário da semana das pessoas normais, meus dias úteis iam de segunda a sábado.
Eu sempre achei que o dia da mulher- e só o dela- deveria ter 4 horas a mais para dar tempo de fazer todas as coisas necessárias e ainda ter tempo de se dar aos nossos luxos diários. Mas  nós entramos nessa história de igualdade a ambos os sexos e agora temos que aceitar e fingir que nos damos muito bem com as 24horas diárias.
Eu estava fazendo minha caminhada de quarta-feira, que a propósito é um dos meus tals luxos, com meus fones de ouvido quase explodindo e compartilhando a melodia de Noah and The Whale com qualquer um que passasse ao meu lado.
A rua estava calma, e eu adorava aquilo, aquela sensação de que só por alguns minutos não esxite mais ninguém no mundo além de você. Não que eu me importasse muito com a presença das pessoas para fazer ou não alguma coisa, mas era confortável parecer a sós com meus pensamentos.
Mas é lógico que alguma coisa, ou melhor alguém, tinha que me tirar desse momento dos deuses e pisar bem no meu pé, o qual estava super dolorido pelo uso contínuo de sapatilha com ponta de gesso, bem no momento que o refrão the Life is Life estava entrando pelos meus ouvidos e sendo reproduzido pela minha boca. Mas é claro que logo aquela reprodução com voz de taquara se transformou em palavras não muito gentis ao insensível que não calculou direito a distância de seus passos.
"- He's gonna chaaaaaaaaaaiiii, meu pé, seu babaca!"
"-He's gonna change, gonna change his ways, and it feels like his new life can start"
"- Que?"
"- A música."
"- Ah, que maravilha! Além de pisar no meu pé, ele ainda presta atenção nas músicas que eu estou ouvindo com fones!"
"- Bem, não precisa de um ouvido muito bom e muito menos de prestar atenção para saber que música você tava ouvindo."
"- Desculpa se eu curto bloquear sons alheios com algo que preste."
"- Pelo menos temos algo em comum... Inclusive a parte do "algo que preste": Noah and The Whale é a melhor."
Decidi ignorar seu comentário para não ser simpática demais depois de dar várias patadas. Surpreendentemente, ele continuou sua caminha para onde quer que estivesse indo ao meu lado.
Por mais que eu estava gostando de me sentir sozinha, eu também gostei de estar ao lado de alguém- que por mais que tenha pisado no meu pé calejado- sabia cantar o refrão da minha música preferida e pouco conhecida.
Nós continuamos andando em silêncio por alguns minutos.
"-Topa tomar um café e pra eu te mostrar que eu não sou tão babaca assim?"
"- Isso foi uma cantada? Por que se você ta pensand..."
Fui interrompida. "- Não, foi apenas um convite para um café."
"- Hmm.. então, bem, eu aceito."

E 10 anos depois foram essas mesmo palavras, ditas com mais firmeza e total certeza, que saíram  por debaixo de um véu branco ao mesmo cara que pisou no meu pé em um quarta-feira que, bem, eu achava que ia ser igual a todas as outras.


Um comentário:

  1. tb quero agradecimento pelo Noah and The Whale!!!

    ResponderExcluir

Se você gostou, que tal deixar o seu comentário e me deixar com um sorriso no rosto?