Desde:

Desde: 03 de Janeiro de 2010!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Saudade de quem elas já foram


Antes não era assim. Eu bebia, eu tinha váaarias amigas que queriam dançar e encher a cara comigo a noite toda. Eu era solteira e não tinha que dividir minha atenção com ninguém, só entre o bar e a pista de dança.
Mas agora é diferente. Minha noite tem limites e minha atenção fica concentrada só nele, porque é assim que acontece. O problema é que elas não entendem e agora eu só dependo dele.
Eu sinto como se eu não tivesse amigas, e elas tivessem me substituído, me descartado como se eu fosse uma casca de banana.
Eu não acho mais graça nas músicas de um verso só que todos querem dançar e colocam na maior altura. Eu não consigo mais beber porque agora eu sou fraca eu meu corpo quer expelir qualquer tipo de alcool que eu coloco dentro dele, eu não danço mais funk porque eu tenho que ter modos com o meu namorado. eu não fico mais a noite inteira na festa porque eu não tenho animo para ficar vendo aquele povo chato e bêbado.
As vezes eu tenho inveja delas, mas na maior parte das vezes eu tenho raiva. Raiva porque apesar de agora eu estar namorando, elas me esqueceram. Elas me deixaram de lado como se eu não precisasse mais delas, só dele.
Mas não é assim. Eu não quero depender de uma pessoas só. E não é só isso, eu quero ter amigas! Eu quero ter com quem sair quando ele for viajar, eu quero ter para quem contar minha coisas de mulher, eu quero falar para elas de como foi dormir com ele, eu quero assistir um filme com as minhas amigas e comentar do ator maravilhoso!
Eu quero ter com quem conversar em uma festa, eu quero ter com quem dançar, com quem rir!
Ontem eu fui embora porque eu estava me sentindo mal. Parecia que eu estava em um lugar cheio de pessoas estranhas e eu não conhecia ninguém.
Se eu me mudasse eu não sentiria saudade de nenhuma delas, porque eu já sinto. Sinto saudade das minhas amigas mesmo elas frequentando e saindo comigo para as mesmas festa.
Sinto saudade das pessoas que eu conheci.

5 comentários:

  1. Poxa flor, estou numa situação parecida com você.Terminei uma amizade esses dias por conta do mesmo problema. As pessoas exigem demais da gente e acabamos por não saber lidar com a situação.. Acham que por nós estarmos namorando, a gente não precise mais delas. E não é verdade. Acho que a melhor forma de se lidar com tudo isso, é você se conectar com pessoas que estão no mesmo eixo que você. Amigas que também namore é uma ótima opção. Pois o fato delas estarem namorando tbm, fará com que elas te compreendam mais e você está segura consigo mesma, com o namoro e na sua vida social.

    Beijos flor. Força;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo totalmente com você. Até porque pessoas do mesmo eixo vão ter os mesmos interesses, o mesmo papo. É como um casal que acabou de ter filho, sair com vários outros que ainda nem se casaram, a mãe só vai querer comentar da bebe que chorou, da melhor marca de fralda e do novo macacão, enquanto as outras vão estar se correndo por dentro por estarem passando a noite ouvindo isso. O problema é poucas amigas estão namorando, então fica mais difícil. Mas acho que nós não precisamos acabar com nossas amizades, esse apenas vai ser um periodo de afastamento e ambas as partes tem que ter consciência disso. Quando elas entrarem na mesma que nós a amizade vai continuar a mesma e ela vai entender todos os problemas e se culpar por todas as brigas causadas.
      Afinal, essas brigas só são causadas por puro ciúmes! Porque é esse problema delas, elas não sabem dividir agente! Hahah.
      Mas apenas mudando a ordem das palavras...
      Enfim, seguindo ;)

      Excluir
  2. Pode não ter sido elas que mudaram e sim você !

    ResponderExcluir
  3. Ninguém é o mesmo para sempre. Tudo o que aprendemos na vida nos modifica de algum jeito. Amigas de verdade devem aceitar você do jeito que você é e não te deixar por motivo de mudança, mas não se preocupe, sua irmã de alma vai chegar.

    ResponderExcluir

Se você gostou, que tal deixar o seu comentário e me deixar com um sorriso no rosto?